Ano 10

Alvamar Taddei

*Maio de 1960 - Jacarezinho - PR

Cena de Amor de Perversão, 1982, Alfredo Sternheim
Cena de Amor de Perversão, 1982, Alfredo Sternheim
Os anos 1970 e 1980 foram um período efervescente de cinema popular nas nossas telas - depois dos anos 1940 e 1950, com as chanchadas. E é nas décadas de 70 e 80 que o cinema nacional vai apimentar nossa filmografia e revelar deusas eternas. Como Alvamar Taddei.

Alvamar Taddei começou a carreira artística nos final dos anos 1970, época em que o cinema brasileiro levava multidões às salas de cinema. Musa dos filmes eróticos da Boca do Lixo e de muitos cineastas que circularam por lá, mesmo que seus filmes fossem diferenciados de grande parte daquela produção, Alvamar Taddei já estreou esquentando a libido em Sexo selvagem (1979), de Ary Fernandes. Além de trabalhar com José Miziara em dois filmes do gênero, Nos tempos da vaselina (1979) e Mulheres do cais (1979), atua no filme de cunho espírita e baseado em fato real, Joelma, 23º andar (1979), de Clery Cunha, protagonizado por Beth Goulart. 

Mas é na década de 1980 que a atriz intensifica sua atuação nas telas. Inclusive, como protagonista do filme Amor de perversão (1982), de Alfredo Sternheim, em que atua ao lado de grande elenco, como Paulo Guarnieri, Leonardo Villar e Raul Cortez. Nesses anos, Alvamar Taddei encontra também o cinema de mais três grandes mestres: Walter Hugo Khouri, Carlos Reichenbach e Ivan Cardoso. Com Khouri, atua em Convite ao prazer (1980) e no belíssimo Eros – O Deus do amor (1981) – sua participação alimentando os cavalos no celeiro é um momento de sensualidade inesquecível. Já com Carlão, brilha em Amor, palavra prostituta (1980) e faz participação em Filme demência (1985). Com Ivan, é uma das beldades do delicioso As sete vampiras (1986).


Filmografia

Sexo selvagem, 1979, Ary Fernandes
Nos tempos da vaselina, 1979, José Miziara
Mulheres do cais, 1979, José Miziara
Joelma, 23º andar, 1979, Clery Cunha
Sócias do prazer, 1980, Fauzi Mansur
O fotógrafo, 1980, Jean Garrett
Convite ao prazer, 1980, Walter Hugo Khouri
Bordel – noites proibidas, 1980, Osvaldo de Oliveira
Bacanal, 1980, Antonio Meliande
Amor, palavra prostituta, 1980, Carlos Reichenbach
Eros, o Deus do amor, 1981, Walter Hugo Khouri
Em busca do orgasmo, 1981, W. A. Koperzky
Aqui tarados! - episódio O pasteleiro, 1981, David Cardoso
Ninfas insaciáveis, 1981, John Doo
Amor de perversão, 1982, Alfredo Sternheim
A flor do desejo, 1983, Guilherme de Almeida Prado
Volúpia de mulheres, 1984, Johnn Doo
Tentação na cama, 1984, Ody Fraga
Jeitosa, um assunto muito particular, 1984, Nello de Rossi
Filme demência, 1985, Carlos Reichenbach
As sete vampiras, 1986, van Cardoso

::Voltar
Sala 
 Isabel Ribeiro
Presença luminosa nas telas, brilhou no cinema, teatro e televisão.